segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Olá pessoal,

No dia 18/02/2014, foi realizado o fechamento do Projeto Varal Sem Esforço, onde foi realizada a apresentação do trabalho, para as outras equipes, e para os professores e convidados. A apresentação na visam da nossa equipe e dos profissionais e colegas presentes, foi bem elaborada e explicada, recebendo elogios assim ao final da apresentação.

Conforme o planejamento desenvolvido pelo grupo, chegamos a conclusão de que o projeto foi bem desenvolvido, com uma divisão clara de tarefas, um comprometimento de todos em fazer dar certo a ideia do projeto. Apesar das alterações ocorridas ao longo do desenvolvimento do projeto, a equipe acredita que o projeto correspondeu ao esperado, ou seja, nosso objetivo foi alcançado. O projeto é passível de melhorias, e a nossa equipe estuda a possibilidade de já elaborar um plano de melhorias, afim de registrar uma patente e levar esse "Varal Sem Esforço" ao mercado consumidor.

Devido ao interesse em registrar a patente, optamos por não divulgar detalhadamente o processo pela qual foi realizado o produto, mas em caso de registro de patente, nos prontificamos a dar maiores detalhes.

Por fim nós da equipe "Varal Sem Esforço" agradecemos aquelas pessoas que de alguma maneira ajudaram na elaboração e  desenvolvimento do projeto, em especial agradecemos aos professores Ronaldo e Adelson, agradecemos a também  funcionária do CEFET-MG Mônica, e não poderíamos esquecer de agradecer a grande colaboração do pai do aluno Diógenes, que tanto nos ajudou na confecção do sistema de redução.

Grande abraço, Diógenes Andre, Gabriel Thereza, Mateus José e Victor Soares.

P.s. Abaixo estamos disponibilizando um vídeo com o funcionamento do varal, nos desculpe pelo vídeo está rotacionado.



video

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Essa semana voltamos as atenções para a execução da caixa de madeira e pensamos em como adaptar um sistema de travas, optando por um sistema de parafuso castelo. Para essa semana estaremos focados em adquirir uma alavanca retrátil e adaptá-la ao nosso eixo. Assim,com todas as partes adquiridas e devidamente encaixadas,podemos montar o protótipo, adaptando o nosso sistema "Varal Sem Esforço" a um varal de teto comum.


Att.


O grupo

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Olá pessoal,

Semana passada, depois de algumas dificuldades o grupo conseguiu as engrenagens a serem utilizadas e optamos por uma nova relação entre dentes das engrenagens, por dificuldade em encontrar engrenagens acessíveis nos quesitos de tamanho, peso e preço. Por tanto temos uma nova redução do esforço de 2 vezes, não mais de 4X, como era no projeto inicial, contudo para a fabricação em larga escala, existem empresas que confeccionam engrenagens sob encomenda, inclusive poderiam ser utilizadas engrenagens fabricadas em poliéster. Agora, já com as engrenagens em mãos providenciaremos essa semana uma caixa apropriada para que montemos o sistema de redução e possamos aperfeiçoa-lo até o prazo final. Dessa forma seguiremos o nosso cronograma de trabalho sem grandes problemas de execução. Seguem as fotos das engrenagens e dos eixos que conseguimos:

Att, Varal sem esforço.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Olá pessoal,

Semana passada fizemos a escolha da relação 4:1 no numero de dentes das engrenagens, essa escolha foi decidida por meio de uma analise feita pelo grupo, onde identificamos que essa relação seria uma combinação adequada de redução no esforço, e demanda da engrenagem, pois o esforço exercido pela pessoa que estiver manuseando o varal, será reduzido em 4 vezes, visto que o peso médio do varal carregado de roupas é 12 kg, o esforço desprendido pela pessoa será equivalente ao erguimento de 4 kg. E com essa relação foi dispensado o uso de uma terceira engrenagem, o que facilita a aquisição das engrenagens e reduz os custos. 
Semana passada o grupo se empenhou em procurar engrenagens para começar a montar o projeto, entretanto estamos com dificuldade de achar algumas que atendam nossas necessidades, engrenagens encontradas até então são fabricadas em aço e assim possuem um peso superior ao que pretendemos, então estamos procurando engrenagens plásticas, se ainda assim não encontrarmos, estamos estudando contratar o serviço de alguém para fazê-las ou teremos problemas com os prazos estipulados no plano de projeto.
A manivela que até então será utilizada já foi encontrada e pode ser vista logo abaixo. A escolha de uma manivela retrátil está relacionada a segurança, uma vez que ela evita que as pessoas possam esbarrar em sua alavanca.


As cordas a serem utilizadas já foram adquiridas. Optamos por adquirir cordas de dois diâmetros, reduzindo assim o custo do projeto. A corda de menor diâmetro será divida em 4 partes, cada pedaço da corda terá uma ponta presa a uma extremidade do varal, as outras pontas das cordas serão unidas e presas a corda de maior diâmetro, que passará por uma roldana presa ao teto e a uma segunda roldana que será presa no canto da parede, até que se chega então a caixa de redução.

Abaixo segue um esboço do projeto, as partes que foram circuladas de vermelho indicam os locais onde serão presas as roldanas, já as partes circuladas em azul indicam o local de fixação da corda no varal.
Para melhor visualização do esboço clique sobre a imagem, e veja a imagem ampliada.


Para a próxima semana, esperamos já ter adquirido todo o material a ser utilizada na confecção do projeto, logo a partir de adquiridos os materiais, daremos inicio a montagem do varal de acordo com a finalidade proposta no projeto.

Att. Grupo: Varal sem esforço.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Nesta semana começamos a providenciar os nossos equipamentos que deverão ser adquiridos, após esta etapa podemos redimensionar todo nosso projeto às condições reais.
Após estudos definimos que a relação entre dentes das engrenagens serão de 4X.
Para o término desta semana e a próxima já estaremos focados totalmente na construção do primeiro protótipo.

Um abraço,

O grupo

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Olá pessoal,
nessa semana trabalhamos no plano de projeto que será apresentado em aula, além disso, fizemos uma pesquisa sobre os tipos de engrenagens e a configuração delas que vamos utilizar, o que ainda será decidido pelo grupo. Na ultima postagem, o professor Adelson perguntou quais são os problemas relacionados ao erguimento do varal, depois de uma pesquisa chegamos a conclusão de que o esforço utilizado pode causar diversos tipos de lesão: bursite, tendinite e etc. Problemas que se agravam com a idade ou com histórico do paciente, principalmente ligados a estrutura muscular, que podem surgir no ombro, pescoço e coluna. Em breve daremos mais noticias. Abraços.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Olá,

1-Plano de Projeto: 


1.1-Escopo: 

Nosso projeto se base-a em solucionar o problema causado pelo excesso de carga ao se erguer o varal de teto, comumente usado em apartamentos para secar roupas. Nossa ideia surgiu, de uma situação real em que várias pessoas de idade mais avançada que moram sozinhas tem que erguer o varal sozinhas, causando assim muitos acidentes.
Estudamos os preços dos varais que estão no mercado(como na postagem do dia 26/11), então observamos que nossa ideia era viável pois não demandaria uma quantia de dinheiro que excederia as dos produtos já existentes no mercado. Temos em mente uma solução barata e eficiente. Barata porque pretendemos usar materiais de baixo custo, e eficiente porque já estamos fazendo estudos de vários dispositivos que poderão ser usados, como por exemplo os vários jogos de polias disponíveis no mercado. Os resultados esperados são, um varal que irá reduzir significativamente o peso total do varal e um produto que seja acessível na questão financeira. 
Com esses objetivos realizados com certeza atenderemos a demanda da população por um produto mais eficiente. Focaremos em nossa área de atuação que é a Engenharia, no sentido de avaliar a melhor solução para o erguimento da carga do varal.Feita essa avaliação, divulgaremos nosso produto a toda a população não somente aos que moram em apartamentos, isso porque o varal será útil em qualquer residência.
Em nosso projeto não consideramos a redução do varal, e sim a redução da força necessária pra subir o varal até o teto, a ideia principal é conseguir adequar o sistema de redução de esforço a uma área pequena que caiba o varal normal (1,00x0,38 usualmente). O varal a ser construído seguira o tamanho padrão dos varais já existentes, mas iremos otimizar o espaço de maneira que os acessórios que formam o conjunto do varal, ocupem menor espaço, pois as áreas de serviços de apartamentos possui uma limitação quanto ao espaço. Esteticamente, pensamos em algo que não chame muita atenção, no caso, que seja funcional e pratico no sentido de reduzir o esforço sem ocupar muito espaço. 
O volume de recursos investidos irão surgir com a evolução do projeto, mas podemos ter uma base, visto que não utilizaremos de nenhum tipo de motor ou tecnologia mais cara.


Att. Grupo: Varal sem esforço.